Inter Arma - Paradise Gallows


Todos aqueles que se sentem órfãos com os atuais Neurosis.
Todos aqueles que vibram com Death-Metal cavernoso.
Todos aqueles que que sentem o sangue do "Sul" a correr nas suas veias.
Todos aqueles que vivem a música extrema como algo mais.
Todos aqueles que se arrepiam com o lado épico da música.
Todos aqueles que sentem a música como forma de arte seja ela literária, cinematográfica ou visual.
Todos aqueles que procuram envolvencia e antidotos para o seu dificil dia a dia.
Todos aqueles que como eu e tu vivem as coisas de forma intensa.
Todos aqueles que ás vezes perdem a esperança em encontrar novamente aquelas pequenas perolas que nos fazem viver de novo.
Não procurem mais. isto é nosso e é muito provavelmente um dos albuns deste milenio..
Senhoras e senhores comprem, roubem mas não deixem que o novo de Inter Arma vos passe ao lado!!

Mitochondrion/Auroch - In Cronian Hour


"Four years in the making, IN CRONIAN HOUR is the long-awaited collaborative split 7 inch between Canadian occult lunatics Mitochondrion and hyperblasting sorcerers Auroch. Here stands 11 minutes of ritual death metal united in voice, word, and deed in all aspects! Each song carries the same essence diverged: literally, a single sheet of lyrics interpreted by each band and shaped into two unique pieces. What awaits is a whirlwind of insanity spiraling into a humming void of bliss. This meticulous path can be traced throughout the work, with members of the greater inner Covenant contributing to both tracks. A complete coagulation of forces.
Dark Descent Records and Hellthrasher Productions will be responsible for unleashing this death metal talisman unto the masses, in 2 unique coloured vinyl formats. All visual manifestation impeccably crafted by Cold Poison. Once again mastering duties performed by Colin Marston at Thousand Caves studio. May this work stand as a gilded Sickle in the heart man!
Side A: AUROCH - Leaden Words Sown
Side B: MITOCHONDRION - Gilded Words Reaped"
“In Cronian Hour leaden words will be sown and gilded words will be reaped …”

Creeping Death - Sacrament of Death

Imaginem algo entre o DM da Florida, Benediction e aquele hardcore norte americano mais potente....giro!

['selvə] - Eléo


Quem teve a oportunidade de ouvir o anterior album destes italianos certamente irá ter uma bela surpresa, é que a banda no espaço de dois anos evoluiu de uma forma fantastica e se inicialmente o que mostraram nesse album não era mais que um aborrecido e banal album de screamo atualmente este projeto transformou-se numa especie de monstro que expande as suas raizes e se assume talvez como uma das melhores e mais interessantes propostas deste genero vindas de Italia.
Neste segundo trabalho o trio confirma claramente que são realmente uma banda a ter em conta (mesmo sendo quase completamente desconhecidos ainda), entram claramente no lote projetos a descobrir o mais rapido possivel, não só devido á qualidade que colocam nos temas a nivel individual como no resultado total e final do album.
O que se explora aqui é quase um compêndio de como fazer um album onde a componente atmosferica explorada principalmente em registos mais proximos do Post-Black se derrete no meio de um tempestuoso mais perigosamente melodico ambiente que deixa uma rasto de desolação á sua volta uma especie de mistura entre uns Rorcal/Sedna/This Gift Is A Curse para se ter uma ideia mais proxima daquilo que se ouve neste Eléo.
Extremo e vibrante, mas não somente porque sim já que a banda soube juntar toda uma amalgama de criatividade conseguindo dissipar o aborrecimento inicial que falei e que estava presente no anterior album e moldar todo o sentido ás coisas de uma forma que sinceramente acaba por dar uma vitalidade nova ao projeto, mesmo abraçando de uma forma clara todo o role de influencias que a banda disseca sejam elas diretamente ligadas aos nomes que falei em cima ou até mesmo em algumas passagens que nos remetem para outros dominios como o que se ouve na fantastica "Alma", um dos pilares do album ou na intensa "Indaco", esta por exemplo quase que podia ser escrita por uma qualquer banda de USBM atual basta ouvir com atenção os riffs e a formula usada...
Resumindo uma bela surpresa e talvez um dos melhores albuns do genero que ouvi nos ultimos tempos e que merece uma escuta atenta por quem se perde por aqui...
 

Zyk's Asylum © 2008. Chaotic Soul :: Converted by Randomness